O Que é a Taxa SELIC e Como ela  Influencia na Sua Vida

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

O Que é a Taxa SELIC e Como ela  Influencia na Sua Vida

O objetivo é explicar a função da SELIC para ajudar você entender os reflexos no seu dinheiro. Você pode buscar mais  informações também no site do banco Central do Brasil.

Então, vamos clarear um pouco sobre uma palavra que é tão falada na mídia e,  que para muitas pessoas, não é ainda bem claro qual o significado destas cinco letrinhas  S-E-L-I-C.

Atualmente é talvez o principal indicador financeiro da economia, e agora, em agosto de 2019, ele está no menor patamar desde que foi criada no ano de 1996.

Na ultima reunião do comitê que decide sobre o futuro da economia brasileira, que é chamado de COPOM (Comitê de Política Monetária), a SELIC foi reduzida de 6,5% ao ano para 6% ao ano. No seu histórico, desde a sua criação, chegou a estar a mais de 40 % ao ano em alguns momentos, como em março de 1999 quando foi 45% ao ano, no auge de uma crise econômica.

O nome da taxa Selic vem da sigla do Sistema Especial de Liquidação e de Custódia. Tal sistema é uma infraestrutura do mercado financeiro administrada pelo Banco Central. Nele são transacionados títulos públicos federais.  A taxa média ajustada dos financiamentos diários apurados nesse sistema corresponde à taxa Selic.​

​Então a Selic é a taxa básica de juros da economia. É o principal instrumento de política monetária utilizado pelo Banco Central (BC) para controlar a inflação. Ela influencia todas as taxas de juros do país, como as taxas de juros dos empréstimos, dos financiamentos e das aplicações financeiras.

Como meio de controlar a inflação, então o governo toma decisões calibrando o movimento da economia.

Quando a inflação aumenta significa que os preços disparam e a partir de certo nível pode levar a um colapso financeiro na vida das pessoas. Já vimos isto no Brasil há algum tempo atrás. No caso de inflação alta o governo AUMENTA A TAXA DE JUROS, para fazer com as pessoas comprem menos por que com juros altos os preços ficam mais caros.

Por outro lado, quando a inflação se reduz muito, pode chegar a um nível de estagnação econômica e para evitar isto se reduz os juros e, assim os preços fica mais baixos  e este movimento se transforma num estimulo para empresas produzirem mais, pessoas comprarem mais, em consequência gerando empregos e maior aceleração na economia.

Na prática:

Selic se reduzindo, os financiamentos e empréstimos contratados com base na variação da Selic, ficam teoricamente mais baratos para pessoas e empresas. Assim sendo, dá para comemorar muito, se você tem dívidas balizadas pela Selic.

Pelo lado das aplicações financeiras, quem investe em renda fixa, que é balizado pela Selic , mas , na verdade pelo irmão gêmeo, o índice CDI ,você diminuirá seus ganhos financeiros.

Por que se os juros baixam com a queda da Selic,  os juros prefixados dos bancos não baixam também?

Esta é a grande pergunta de todos, mas a resposta é porque os bancos, quando emprestam, ele consideram alem do custo básico do dinheiro, também as suas despesas, os percentuais de risco de perda, os impostos  e a sua margem de lucro.

O que muda na renda fixa?

1- Na poupança, pela nova regra desde 2012 você ganha 70% da Selic, mais a variação da TR, ou seja uma ganho de 4,2% ano ano.

2-O Tesouro Selic,  Liquido de imposto de renda após 2 anos dará um ganho de 5,1% ao ano

3-CDB com rentabilidade de menos de 100% do CDI ou fundos de renda fixa,  perderão ainda mais lucratividade.

Conclusão

Para quem tem dívida baseado na variação do CDI é uma boa notícia. Para quem investe em renda fixa não é uma notícia tão boa, mas tem a saída. Você  pode colocar um pouco dos investimentos na renda variável para compensar a perda na renda fixa e administrar os riscos sem maiores comprometimentos, pois a economia indica mais estabilidade. Claro, não é recomendação para exposição a riscos de forma irresponsável. É preciso fazer movimentos que sejam confortáveis.

Sobre o Autor:

Carlos Sampaio

É Administrador de Empresas, planejador financeiro e Coach de Finanças. Por acreditar que  a Educação Financeira e o autoconhecimento podem mudar vidas, criou  canal no youtube , para compartilhar conhecimento de finanças  e matérias e cursos  sobre mudanças comportamentais  que leve a prosperidade financeira.

 

 

 

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Deixe seu comentário

Inscreva-se para receber nossas novidades